Conheça 6 modelos de Banner Científico
Se você tem algum produto ou quer oferecer e divulgar algum serviço, um dos meios mais recomendáveis, por seu baixo custo, é a internet. Existem vários modelos de banner e diversas especificações para cada um deles. Há, também, a utilização de banners impressos para divulgar alguma informação nos estabelecimentos ou apresentar trabalhos na escola ou faculdade, por exemplo.
Para cada público, um banner diferente
Antes de falarmos sobre os modelos de banner, vamos destacar um ponto fundamental para qualquer campanha. Na comunicação, não há sentido uma empresa fazer uma ação se ela não souber ao certo para quem está fazendo. Falava-se muito em público-alvo, aquela categorização das pessoas de acordo com suas características mais básicas: sexo, idade, classe social, local onde mora, etc. Acontece que, com o crescimento do marketing digital e a possibilidade de utilização de outras informações que as pessoas compartilham na internet, a segmentação do público para a publicidade se tornou diferente.

Atualmente, é utilizado um conceito conhecido como persona, que inclui na caracterização do público-alvo da campanha características psicológicas também, e não apenas as mais objetivas. Isso inclui: hábitos de consumo, hobbies, profissão, o que pensa sobre a vida, o trabalho e o mercado, medos, anseios e desejos, entre outros.

Isso significa que a segmentação de público na comunicação atual é muito mais ampla e mais exata, o que permite com que os anunciantes sejam muito mais assertivos em suas ações. O que queremos dizer com isso? Que antes de você investir na confecção do banner e no planejamento da campanha, é fundamental que você entenda quem é sua persona alvo, que linguagem deve ser utilizada, tanto no formato quanto no conteúdo do banner, e também de que forma você pretende impactar essas pessoas.

Dessa forma, suas campanhas serão muito mais assertivas, pois você saberá qual o formato que mais impacta essas pessoas, e ainda qual a linguagem que mais faz sentido para que sua campanha seja mais persuasiva e eficiente. Chegou a hora: vamos ver como fazer um banner?

Modelos de banner

- Banner Estático

É composto de imagens fixas e foi o primeiro modelo de banner a ser utilizado na internet. São fáceis de serem criados, mas, com todas as inovações utilizadas, podem parecer envelhecidos, entediantes e ultrapassados. Por isso, geram um número inferior de respostas quando comparado aos animados e interativos. Por serem os primeiros, estes são os banners que carregam a natureza da publicidade offline adaptada para a internet, e muitas vezes é por isso que parecem entediantes e ultrapassados.

A publicidade digital, assim como a tradicional, trabalha para chamar a atenção das pessoas e, por este motivo, o desafio do anunciante é bem maior no caso de um banner estático. Por não ter movimento, um banner como esse precisa inovar no formato e na estilização da peça para que a campanha faça sentido.

Assim, é válido buscar cores e elementos gráficos diferentes e uma mensagem bastante chamativa. Mas lembre-se: não exagere na união desses fatores pois um pode se sobressair ao outro.

- Banner Animado

Possui algum tipo de ação, tendo mais quadros (frames) e consegue veicular muito mais informação e impacto visual do que um banner estático. Gera um número maior de acessos do que os modelos de banner estáticos.

Esses são os modelos que nasceram a partir da opção estática e, normalmente, constroem a mensagem contando uma história com um roteiro definido. Ele é um meio termo entre o banner estático e os anúncios em vídeo, já que o banner animado não possui som, e nada mais é do que uma junção de imagens estáticas, não permitindo a mesma interação que a opção em vídeo.

Por serem animados, eles costumam chamar um pouco mais de atenção que os estáticos, pois a animação pode ser feita de diversas formas, sempre buscando atrair o olhar do usuário.

- Interativo

Falando sobre a atenção do usuário, uma das melhores formas de garantir que o banner seja visto pela maior quantidade de pessoas é o formato interativo. Normalmente, eles são banners que envolvem o internauta e, de alguma forma, fazem com que haja uma interação direta.

A variação aqui costuma ser maior no formato, já que uma parte da mensagem não fica claramente evidente e necessita da interação do usuário para que a informação esteja completa. Ex.: preencher um formulário, responder a uma pergunta, abrir uma mensagem, etc.

- Modelos de banner para download

Modelos prontos são também sempre uma opção para quem não sabe por onde começar.
-Banner científico

Durante a faculdade, surgem inúmeros trabalhos e, muitas vezes, alguns deles necessitam de apresentação ao público. Se você participa de projetos de pesquisa, já deve ter se deparado com o fato de ter que elaborar um banner para a apresentação da pesquisa científica em feiras ou mostras de ciências.

O que deve ter em bons modelos de banner científico:

Principal função do banner: sintetizar informações e dados relevantes da pesquisa;
Elementos de um banner: instituição, autor(es), orientador(es), conteúdo (introdução, desenvolvimento do tema, conclusão), referências (somente as principais, ou seja, aquelas citadas no texto e em tamanho de letra menor. Seguir as normas da ABNT);
Elementos básicos: textos, dados (tabelas, gráficos, diagramas, estatísticas) e imagens (desenhos, fotografias, ilustrações);
Texto: nem muito, nem pouco (somente o necessário para a compreensão do leitor); separado em colunas (dependerá da quantidade de texto). Sugestão: no máximo 3 colunas, alinhadas e com texto justificado;
Fonte: de preferência aquelas maiores e mais visíveis (ex: Arial);
Tamanho da fonte: Depende da quantidade de texto e do tamanho do banner (no mínimo, fonte 20 para o texto). Sugestão: Título = Arial 60, Autores e instituição = Arial 36 (itálico), Texto = Arial 24, Bibliografia = Arial 16. Usar caixa alta somente para os títulos dos itens (INTRODUÇÃO, METODOLOGIA, RESULTADOS E DISCUSSÃO, etc.);
Espaçamento entre as linhas: dependerá da quantidade de texto, mas a sugestão padrão é de 1,5;
Figuras de fundo: cuidado com o uso das figuras, devido ao contraste (dificulta a leitura). A sugestão é usar marca d’água ou desbotado. Conferir a resolução das figuras, fotos, etc;
Cores: nem em excesso ou falta, pois pode tornar a leitura cansativa;
Programas indicados para montar um banner: PowerPoint, CorelDraw, PhotoShop;
O que se vê na tela não é o que se vê impresso: faça sempre uma cópia impressa para conferir melhor o aspecto do banner, antes de levá-lo à gráfica.

Fonte: http://blog.wedologos.com.br/modelos-de-banner-exemplos/